Pages

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

{Livro} Unloved

11 comentários
Hellooo,

Passeando pelos Blogs Amigos, vi a capa de um livro e fiquei super interessada, de repente eu PRECISAVA ler! Uma capa forte com a promessa de uma história envolvente: Unloved!


Meu nome é Cassidy Porter... Meu pai, Paul Isaac Porter, foi condenado há vinte anos pelo assassinato brutal de doze meninas inocentes. Embora eu tinha apenas oito anos de idade naquela época, estou ciente, todos os dias da minha vida, que sou seu filho, seu único filho. Para proteger o mundo do veneno em minhas veias, eu vivo uma vida tranquila, fora da cidade, longe da humanidade. Eu prometi a mim mesmo, e minha mãe, não infectar vidas inocentes com a escuridão que roda dentro de mim, esperando para tornar-se conhecida. É uma promessa que eu teria mantido... Se Brynn Cadogan não tivesse tropeçado em minha vida. Agora eu existo entre o céu e o inferno: apaixonado por uma mulher que quer me amar, enquanto o tempo todo me lembro que devo permanecer... Sem Amor

Minha opinião:

Como falei mais acima, a capa me deixou muito curiosa e interessada e ao ler a sinopse só confirmei que PRECISAVA lê-lo. Os personagens conseguiram minha total simpatia, eu já passei por momentos de luto e sei o que uma pessoa sente/pensa ao perder alguém tão importante. Brynn perdeu seu amor e se vê sem saída, a vida não tem mais tanto sentido, e viver com pessoas ao redor incomoda bastante, por isso ela prefere viver no seu mundinho, sem muito contato, até mesmo com seus pais. Cassidy viveu várias privações, desde ser privado do amor do pai, já que esse provavelmente nunca amou ninguém, até a privação de interação social. Ele de repente teve sua vida revirada, aprendeu desde cedo que a vida era muito dura, mesmo que ele nunca tenha feito nada de ruim pra alguém. Ele sofreu muito apenas por ser filho de um assassino, cresceu com medo de ser ou se tornar como seu pai. Eu até tentei entender a mãe e o avô de Cassidy, mas induzir uma criança a se isolar pra que ele nunca fizesse mal a alguém? Quem pediria isso?! O coitado passou a vida isolado numa cabana, perdendo a mãe e depois o avô, se tornando um ninguém! Sua vida muda quando Brynn aparece em sua vida! Seu anjo! A relação entre eles é linda, duas pessoas feridas, com marcas que carregarão para sempre. Brynn fica encantada ao se deparar com alguém tão altruísta e encantador. Cass fica maravilhado ao ter uma mulher tão inteligente e linda em sua presença. O sentimento que surge é forte mas Cass não se permite vivê-lo completamente por causa dos seus medos e de tudo que o fizeram prometer...Unloved é um livro encantador, que nos faz refletir, com uma mensagem linda, com sentimentos reais.  Ele fala sobre amor, luto, superação, aceitação... O final é surpreendente, fiquei meio fora de ar quando acabou, me sentindo desamparada por ter terminado uma história tão envolvente. Vale muito a pena a leitura desse livro!

Beijinhos,




quarta-feira, 29 de novembro de 2017

{Maternidade} Festa Infantil: Unicórnio

9 comentários
Helloooo,

Um tema que está super na moda, tanto para meninas quanto para mulheres, e que eu acho lindinho demais: Unicórnio. Achei muita coisa linda e trago hoje algumas inspirações:






Bolo:






Lembrancinhas:






Beijinhos,


terça-feira, 28 de novembro de 2017

{Mulherzinha} Máscara Match Patrulha do Frizz

9 comentários
Helloooo,

Eu sei, tô mega atrasada com essa resenha!! Em agosto me cadastrei para ganhar a Máscara Match Patrulha do Frizz e fui buscar na data indicada. Testei e finalmente vim contar pra vocês minha opinião sobre a máscara:


Lavei meu cabelo como de costume, passei a máscara e deixei agir de acordo com a indicação da embalagem. A textura é bem cremosa, o cheiro é uma delícia, bem docinho mas não é enjoativo e na minha opinião a máscara cumpre o que promete. Logo depois do enxague já dá pra notar os cabelos mais maleáveis e fáceis de desembaraçar. O cheirinho que fica no cabelo é delicinha e deixa o cabelo com um aspecto bem bonito. Eu usava uma vez na semana (às vezes esquecia, confesso), por isso rendeu bastante. Estou realmente considerando comprar a máscara.


Vocês se cadastraram na promoção? Usaram a máscara?



Beijinhos,


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

{Cotidiano} Finde 47 de 2017

15 comentários
Bom diaaaa,

♥ Sexta: Tá fazendo um calor descomunal, então decidimos dar uma volta na praça e fazer uma boquinha, pra não perder o costume hehehehe

♥ Sábado: Passei o dia faxinando, a noite minha sogra nos chamou pra comer pizza e em casa encerrei o sábado com 'Unloved' da Katy Regnery.

♥ Domingo: Fomos a feira pela manhã e no fim da tarde fomos pro aniversário de 02 anos do priminho do Arthur.

Beijinhos,

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

{Livro} Princesa de Papel

14 comentários
Helloooo,

Já faz um tempinho que eu tava querendo ler 'Princesa de Papel', finalmente li e hoje trago minha opinião sobre ele:


O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA. Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo. 

Minha opinião:

A capa e o título me fizeram imaginar um livro totalmente diferente do que ele realmente é. Não, isso não é uma coisa ruim! O livro nos apresenta pessoas ricas, poderosas mas tão carentes, seja carência afetiva ou carência de valores! Ella é uma sobrevivente, a vida 'cuidou' de mostrar logo cedo, que nada seria fácil. NUNCA! Ella não conheceu seu pai e perdeu sua mãe, sem ninguém no mundo... Então do nada surge um homem, que ela nunca ouviu falar e que aparentemente veio pra resolver todos seus problemas. Será que ele sabia que traria outros tão grandes à vida de Ella? Somos apresentados aos Royals e PELAMORDEDEUS, que pessoas estranhas e  perturbadoras! Ella de cara já começa a sofrer bullyng na casa que seria seu novo lar, sofre na escola, tá perdida e confusa. Tive vontade de dar colo pra ela tantas e tantas vezes, coitada, uma batalha por dia. Até que as coisas começam a melhorar, mas por quanto tempo?? Os gêmeos Sebastian e Sawyer são os mais neutros da história, Easton consegue me ganhar mesmo quando é um babaca sem noção, Gideon pra mim é uma incógnita e eu não gosto dele, em momento nenhum. Reed, por tantas páginas eu quis esganar ele, por tantas vezes quis que ele se desse muito mal, de verdade. Mas no fim, ele conseguiu mudar meu modo de vê-lo. Apesar do dinheiro, da influência, do poder, Reed, sofre. Por culpas que carrega e por culpas que ele acha que merece carregar. Callum me traz um misto de sentimentos, ora gosto dele, ora acho ele detestável. Brooke conseguiu me enganar direitinho no começo, uma pena. Mas e Valerie? Ah! Val é o refresco que o livro precisa, amiga, desbocada, durona, uma menina gente boa demais. Maria é a falecida esposa de Callum, e apesar dos filhos terem sido amados e queridos por ela, quando ela é apresentada à história, eu não consigo gostar dela. Como Ella cita 'em seus pensamentos', Maria era tão egoísta quanto Callum, e ao invés de poupar os filhos, ela acabava os envenenando contra o pai. Seu modo de encarar as coisas prejudicou mais os filhos do que os ajudou! A história fica tensa, você quer ler tudo pra descobrir em que tudo aquilo vai dar... 

Beijinhos,

terça-feira, 21 de novembro de 2017

{Filme} Liga da Justiça

16 comentários
Helloooo,

Depois de um longo e tenebroso inverno, finalmente fui ao cinema hahaha Fui conferir um filme que esperei ansiosamente desde que anunciaram: Liga da Justiça. Bora conferir o que achei do longa?


Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman, Bruce Wayne convoca sua nova aliada Diana Prince para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque.


Eu sou fã assumida de Super-Heróis e preciso confessar que ultimamente tenho me decepcionado de certa forma com a introdução de muito humor nos filmes...Claro que é ótimo dar risada, mas Eu, Fernanda, gosto de filme de super-herói mais sério, mais sombrio. Meu medo com 'Liga Justiça' era esse, que o filme ficasse muito 'humorístico', mas, o humor do Flash aplicado no filme não me desagradou, ao contrário, serviu pra dar uma relaxada na tensão. O filme é super movimentado, com cenas de batalhas que eu adorei, a cena das Amazonas me deixou em êxtase. Se você não acompanha as HQ's, não se preocupe, você vai conseguir entender o que são as 'caixas maternas' e o motivo que leva o vilão, Lobo da Estepe, a estar atrás delas. Os personagens são bem expostos, nenhum é mais evidenciado que o outro, achei super equilibrado e gostei disso. Nenhum carrega o filme nas costas, não é um filme arrastado, são 2 horas de muita ação, você ficará de olhos bem abertos pra não perder nada. 


Batman e Mulher-Maravilha já são velhos conhecidos, por isso eu estava mais curiosa quanto a Cyborg, Flash e Aquaman. Eu conhecia pouco sobre o Cyborg e foi uma grata surpresa, também não conhecia Ray Fisher, então eu estava com a mente bem aberta para o personagem. Ezra Miller deu vida a um Flash leve, cômico, mas também ativo e resolutivo, meu medo é que ele ficasse muito bobão (tipo o novo Home-Aranha). Pra mim o personagem que menos fez diferença no filme foi o Aquaman, mas claro que teve sua importância e Jason Momoa interpretou maravilhosamente bem (love U Jason Momoa). Super-Homem foi a cereja do bolo e fez toda a diferença no filme, Henry Cavill honrando o papel do Homem de Aço.  Sobre o vilão, Lobo da Estepe, eu achei ele meio fraquinho, mas acredito que o foco do filme era mesmo sobre contar a história da união dos Super-Heróis ao invés de focar no vilão em si. Em resumo, o filme é ÓTIMO, super vale a pena conferir. Não esqueçam que tem 2 cenas pós-créditos ok?! 



Beijinhos,

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

{Cotidiano} Finde 46 de 2017

9 comentários
Bom diaaa,

♥ Sexta: Saindo do trabalho fui ansiosamente assistir 'Liga da Justiça'

♥ Sábado: De manhã fiz faxina, a tarde fiz bolo com a tia do marido e a noite assisti 'Moana' com o Arthur.

♥ Domingo: Fiz o almoço e passei a tarde na cama, por causa da alergia. A noite fiquei um pouquinho do lado de fora com a família do marido.

Beijinhos,

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

{Mulherzinha} Lápis Retrátil para Olhos Make B.

10 comentários
Helloooo,

Possivelmente você ouviu falar da promoção de O Boticário, onde a empresa estava dando um Lápis Retrátil para Olhos Make B! 

'Super macio, ele é fácil de usar e tem fixação por horas. 
Sua cor aparece logo na primeira aplicação e por ser retrátil, 
dispensa o uso de apontador.'


Eu particularmente não concordo totalmente com o que foi prometido, achei sim fácil de aplicar mas não gostei da durabilidade e fixação. Uso no dia a dia (pra trabalhar) mas pra sair, continuando usando lápis de outra marca, que a cor é mais intensa e a durabilidade também. Quando esse acabar não tenho a intenção de comprar outro.


E vocês, pegaram seus lápis? Gostaram do produto?

Beijinhos,





segunda-feira, 13 de novembro de 2017

{Cotidiano} Finde 45 de 2017

6 comentários
Bom diaaaaaaa,

♥ Sexta: Não teve nada de mais, então vai foto da quinta. 

♥ Sábado: Levei Arthur pra 'tirar' o RG e brincar no shopping. A noite, em casa, assisti finalmente 'O caçador e a Rainha de Gelo'

♥ Domingo: Como saí no sábado, o domingo foi de faxina! Arthur foi com a bisa pra um aniversário e de noite teve o aniversário da tia do maridão.


Beijinhos,

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

{Variedade} Dica 5

6 comentários
Helloooo,

Tem coisa melhor que uma massagem no fim do dia, depois de tanta correria?! Pois hoje trago uma dica pra quem, assim como eu, vive com dores hehehehe principalmente, dor nas costas:


Bom finde e até segunda-feira!

Beijinhos,



terça-feira, 7 de novembro de 2017

{Livro} Química Perfeita

14 comentários
Hellooo,

Hoje a minha resenha é sobre um livro bem interessante que li dia desses, 'Química Perfeita'. Esse livro foi lançado anos atrás mas, agora em 2017 a  Globo Alt lançou uma nova edição.


Brittany e Alex são de mundos opostos: ela é a menina perfeita com um futuro brilhante pela frente, ele o membro de uma gangue perigosa que não tem nada a perder. Os dois não teriam nenhum contato um com o outro, se não tivessem sido forçados a ser parceiros nas aulas de química do último ano. Alex sabe que qualquer relação que Brittany tenha com ele pode colocar em risco sua reputação impecável de boa aluna e namorada dedicada e, por orgulho e diversão, aposta com os amigos que consegue fazer com que ela saia com ele. No entanto, quanto mais se aproximam, mais fica evidente que eles têm algo em comum que ninguém parece perceber: nenhum dos dois é o que se esforça tanto para ser.

Minha opinião:

Parece bem clichê né?! Uma garota rica e um garoto pobre, ambos de mundos tão próximos mas tão diferentes. É, pode ser clichê mas o que a Simone Elkeles nos apresenta é uma história repleta de acontecimentos, que poderia se passar aqui na minha cidade. Uma menina que vive num mundo 'perfeito' e um menino que vive uma dura realidade... poderia ser você, eu, nossos vizinhos... Brittany aparentemente é uma patricinha, com uma vida imaculada, com pais ricos e uma vida tranquila! MENTIRA! Essa é a imagem que ela passa, mas a verdade sobre ela é bem menos bonita. Os pais de Brittany me dão nos nervos o livro todo, imaginar que existem sim pais assim. A relação entre ela e Shelley é muito bonita, você não consegue sentir pena da Shelley apesar de sua condição, você sente amor por ela, pelo sentimento que elas construiram sozinhas. Alex é o bad boy, com uma dura realidade, com uma vida bem diferente do que se imagina pra um rapaz na idade dele. Alex carrega um peso grande nas costas, e ele precisa manter uma imagem, imagem essa que mete medo em todo mundo. Seu dia a dia é pesado, sua realidade muito crua, mas Alex é um rapaz além de muito bonito e sexy, INTELIGENTE! Ele é um rapaz como qualquer outro, com sonhos mas se sente responsável por sua família e seu futuro não parece promissor. Eu poderia falar horas sobre o quanto eu amei esse livro. Tive vontade de chorar, de brigar, de bater, de abraçar, de acolher... Os personagens secundários são tão bons quanto Brittany e Alex. Sierra, Doug, Isa, Professora Peterson, Paco... Ah! Paco, não há melhor amigo que você garoto!!! O livro não é só sobre romance entre pessoas de classes sociais diferente, ele fala sobre a desigualdade sim, mas também sobre amizade, fidelidade, aparências. A história foi muito bem escrita, nada aconteceu de uma hora pra outra, tudo foi tendo uma ação e uma reação. Fiquei bem apreensiva no final, com medo que todo o encanto fosse por água abaixo, mas a história terminou com um final digno. E o que falar do epílogo? Genteee, eu terminei o livro com um mega sorriso no rosto, como se aqueles personagens fossem pessoas reais do meu convívio. Pra quem não gosta de livros eróticos com um linguajar mais picante, esse livro é super indicado. Apesar da sensualidade e o romance, as cenas são bem levinhas, o foco realmente não é esse. Eu costumo me jogar de cabeça nas histórias que leio e 'Química Perfeita' me reservou momentos muito bons! 

Beijinhos,

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

{Cotidiano} Finde 44 de 2017 + Feriadão

6 comentários
Bom diaaaa,

♥ Quinta: Passamos o dia na casa da madrinha do Arthur.

♥ Sexta: Levei Arthur pra tirar foto 3x4, passeamos um pouco pelo centro da cidade e tomamos sorvete.

♥ Sábado: O filho da madrinha do Arthur nasceu, Heitor.

♥ Domingo: Fomos à feira, vimos desenhos, almoçamos e depois fomos tomar sorvete (aqui tem feito um calor descomunal)

Por aí como foi o feriado, teve feriadão? Conta tudo!

Beijinhos,